Aonde termina o conforto e começa a falta de educação? Parte II (estágio 01)

10 de setembro de 2009 at 8:35 pm 8 comentários

busao

Estão vendo a imagem ?  Minha querida amiga @corinthiana que fez pra mim.

Olá povo…

Há tempos atrás fiz um post sobre celulares, agora, algum tempo depois venho amplia-lo para mais dois itens de irritação de qualquer ser humano com bom senso.

Vamos lá:

Quem pega ônibus pela manhã, sabe como é andar em veículos velhos e sucateados, com cc´s fantásticos, cheiro forte de cigarro ou cachaça emanando de alguns, coisas nada stressantes para qualquer pessoa com um mínimo de mentalidade.

Eu por exemplo, faço sempre o trajeto “Ônibus – Trem – Protótipo de Ônibus” para ir ao trabalho, vou sempre de mochila, às vezes não tem porra nenhuma, mais já virou um vicio, tenho que sair de mochila para ir trabalhar.  Tá até aí morreu neves mais vamos ao ódio natural, sempre pego o micro-micro ônibus com pessoas vamos dizer “aculturadas” e como é de praxe, fone no ouvido para me abster do mundo exterior, gente, é micro ônibus, tá lotado, um aperto só, porra, quer entrar na bagaça, TIRA A PORRA DA MOCHILA DAS COSTAS, quem me conhece sabe que eu sou gordo, para um micro ônibus já ocupo um espaço considerável, agora imagina se eu não tiro a mochila, eu simplesmente viro a muralha e me torno uma barreira intransponível, agora cacete, tem gente que não tem noção da merda que faz, prejudica quem quer passar, atrapalha quem está sentado as costas dela, normalmente mulheres com cabelos até a cintura sempre agarram nessas mochilas. Poxa gente isso é falta de bom senso extreme, custa colocar a mochila na mão e atravessar a maratona de obstáculos de ônibus lotado.

Nesse quesito também entram, mulheres com bolsas gigantes e pessoas que ficam em pé na porta do ônibus.

Semana que vem continuo com a parte dois.

Anúncios

Entry filed under: Sem Categoria. Tags: .

O senhor dos pés Aonde termina o conforto e começa a falta de educação? Parte II (estágio 02)

8 Comentários Add your own

  • 1. Bruno Santos  |  14 de dezembro de 2010 às 8:10 am

    Eu tb acho isso de uma filha da putagem master, mas já achei um jeito de ‘dar um toque’ nesse tipo de gente: Qd vejo um fazendo isso, deliberadamente seguro a mochila da pessoa e vou puxando, quase derrubando o(a) infeliz no chão. Quando a pessoa olha de cara feia é minha hora de reclamar da mochila. Sempre ganho a discussão, hahahahhha

    Responder
  • 2. Marco  |  21 de outubro de 2009 às 7:43 am

    Comentando com um grande atraso, mas só vi o post hoje, sorry…

    Realmente, o transporte público (que nem é tão público assim, já que é muito bem pago) já está em estado crítico a anos, não comporta o número de passageiros e questões simples como o lance da mochila, a preocupação (ou falta de) com o espaço alheio, poluição sonora de rádios e celulares só ajudam a pioras as coisas.

    Imagino que melhorar o transporte é uma coisa mais difícil de ocorrer, mas o respeito ao próximo já ajudaria, e muito, no nosso bem estar como pessoas, ser gentil, respeitoso e responsável não custa nada.

    Abs, Marco.

    Responder
  • 3. BIG Z  |  7 de outubro de 2009 às 10:03 am

    Caro Kosmidis,

    Até que enfim alguém falou desta bagaça, que tal levantar-mos uma bandeira pelo twitter ?
    quem sabe até uma campanha contrária a proliferação da falta de educação e sem-vergonhice existentes hoje nos ônibus.
    Parabéns estou contigo.

    Responder
  • 4. Guizaum  |  29 de setembro de 2009 às 9:33 am

    Cara, isso é uma bosta mesmo! Eu fico putaço com nego que faz isso. E aqueles FDP que levam as crianças e elas ficam sentadas no chão. Várias delas, parece um campo de flores, Ben 10 e Hello Kitties e se você sem querer chuta uma dessas crianças, o pai/mãe ainda olha feio, como se fosse culpa sua de invadir o espaço sagrado do seu filho.

    Responder
  • 5. Eduardo Leal  |  11 de setembro de 2009 às 11:27 am

    Esse seu post é tudo o que eu passo todos os dias.Incrível como as pessoas não se tocam, como elas atrapalham a todos e não estão nem ai.
    Parabéns por levantar essa bandeira no seu blog.
    Abraço.

    Responder
  • 6. Mafê  |  11 de setembro de 2009 às 9:55 am

    Estes indivíduos esquecem que não nasceram com a mochila colada ao corpo e sendo assim, não tem noção da sua dimensão e de como se auto manobrar para não bater em outros.

    Ah mas dane-se né… vc que saia da frente, de trás, do lado…

    E assim vamos… nem o mínimo o povo pensa em fazer para respeitar um próximo. Falta gentileza, respeito. Honestamente nem tenho mais esperança…

    bjs pra vc Cosmo

    Responder
  • 7. Mafalda  |  11 de setembro de 2009 às 9:34 am

    Esse lance da mochila acontece mesmo. E quando a pessoa passa, e você está sentado e vai uma mochilada na sua cabeça?
    bjs

    Responder
  • 8. maestrobilly  |  11 de setembro de 2009 às 9:33 am

    Kosme,
    O mesmo esquema ‘tira mochila” se aplica aos elevadores.
    Mania que motoboy tem de entrar com aquela puta mochila gigante “na costa” e nem ligar prá quem tá atrás dele.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feed-se

Pingar o BlogBlogs
Adicionar aos Favoritos BlogBlogs
BlogBlogs
Itens de Kosmidis Vá para Kosmidis galeria

Smashes

  • 169,359 Hit Combo


%d blogueiros gostam disto: